Assuntos relacionados do dia a dia da comunidade brasileira no Japão


    O FUTURO DO JAPÃO - Mudanças de pele

    Compartilhe
    avatar
    Mr Mister

    Mensagens : 48
    Data de inscrição : 31/07/2009
    Idade : 32

    O FUTURO DO JAPÃO - Mudanças de pele

    Mensagem  Mr Mister em Dom Ago 02, 2009 7:04 am

    Os consultores do futuro virão do Sol Nascente

    O Japão quer ser no século XXI o número um no mundo em soluções para problemas críticos

    Jorge Nascimento Rodrigues, editor de Gurusonline.tv, Outubro 2003, Crónica sobre o Século da Ásia para o Canal "Vento d'Oriente" da Janelanaweb.com, Artigo para o Dossiê "Ásia século XXI"

    Apesar da ascensão imparável da China e da Índia esperada para a primeira metade deste século, e da provável descida do Japão de segunda maior potência económica mundial para a quinta posição em 2050, o arquipélago do Sol Nascente quer ser número um num outro campeonato global. «O Japão poderá ser, neste século, o líder em soluções para problemas críticos do futuro - na energia, na ecologia, na agricultura - e em sectores de produtos de consumo e em áreas da cultura de massas e do design», afirmou ao Expresso Seiichiro Yonekura, um professor de história empresarial no Instituto de Investigação em Inovação da Universidade de Hitotsubashi, no campus universitário de Kunitachi, na área metropolitana de Tóquio. Yonekura, um aluno da escola de Alfred Chandler, o fundador da história da gestão, veio a Lisboa falar da cultura e inovação no seu país, no quadro dos 460 anos de comemoração da primeira visita de três portugueses em 1543.

    Para Yonekura, a aposta, agora, deverá ser diferente da que ocorreu nos últimos 130 anos: «Não devemos competir mais para número um no poder económico ou militar». Esse capítulo está encerrado, diz este doutorado em Harvard, sobretudo depois de dois ciclos históricos em que o Japão viveu ambições hegemónicas - primeiro com a ascensão militarista iniciada com as campanhas da China e da Rússia desde finais do século XIX e com a expansão nos anos 30 e 40 do século passado até à derrota em Agosto de 1945, e, depois, com a luta do Japão corpo-a-corpo com os Estados Unidos nos anos 80 em termos de referência mundial na gestão, eficiência, produtividade e competitividade económicas e na estratégia de aquisições e deslocalizações.

    Mudanças de pele

    O Japão mudou sucessivamente de pele em um século - de potência militar para grande derrotado nos anos 40 do século passado, para exemplo de desenvolvimento rápido e com sucesso nos anos 60, transformando-se em modelo para os "tigres do Pacífico", e para referência das melhores práticas de management empresarial nos anos 80. Neste último caso, basta recordar "palavrões" que ficaram na gíria da gestão, como 'just-in-time', 'kanban', 'kaizen', 'zero defeitos', 'zero desperdício' ("muda", em japonês), 'keiretsu' (forma de organização vertical na indústria) e 'shogo-shohas' (núcleo estratégico nas multinacionais japonesas). Gurus como Taiichi Ohno, Kaoru Ishikawa e Masaaki Imai na gestão e Kenichi Ohmae na estratégia, fizeram as delícias de milhões de executivos no Ocidente.

    Fruto destas mudanças, muitos comparam o Japão à mitológica fénix, que sempre renasce das cinzas. Yonekura sublinha que nada disto foi milagroso: «Foi fruto das outras duas grandes apostas desde a Restauração Meiji em 1868 - na industrialização e na educação».

    Mas subitamente o êxito de quarenta anos sofreu um choque. «Dois acontecimentos fundamentais aconteceram em finais dos anos 80 e princípio dos anos 90 do século passado - primeiro, a globalização; depois, a digitalização», afirma o professor japonês que é, também, director do Instituto de Estratégia da Sony. Precisamente, Akio Morita, o antigo líder daquela multinacional, foi o primeiro, em 1992, a perceber esta ruptura e a falar da crise do "Japão Inc.".

    A globalização financeira acelerada com a queda do Muro de Berlim - em particular o papel crescente dos fundos institucionais nos ciclos bolsistas e na conquista progressiva de posições nas multinacionais e conglomerados de todo o mundo - e a revolução digital a partir de meados dos anos 90 deram um golpe sério no modelo japonês. «O nosso modelo - emprego para toda a vida, cruzamento de participações, ligação íntima entre banca e indústria, e entre os conglomerados e a política - deixou de ser competitivo», sublinha Seiichiro Yonekura, que prossegue: «O outro choque veio da digitalização. Fomos mestres na integração e junção de coisas. Mas a digitalização exige outras aptidões - de modularidade e de arquitectura». E aí as empresas americanas voltaram a ter a liderança.

    Mas o professor japonês é optimista - a fénix voltará a renascer. O século XXI abriu "um novo jogo", onde o Japão tem cartas fortes para dar (ver caixa). Há, contudo, dois bloqueios "estruturais", frisa o professor de história, que reduzem as hipóteses de triunfo a 50%. Um tem a ver com a Universidade: «É muito provinciana, não é global, como o sistema americano. Temos de abrir o nosso sistema universitário». Outro com a política: «Precisamos ainda de mais duas a três eleições para reformar o sistema político», conclui SeiichiroYonekura.

    JOGO À JAPONESA

    O Japão pode aspirar à liderança em áreas críticas no futuro ligadas à ecologia, à energia e à agricultura. «Imagine o que serão as centenas de milhões de chineses a conduzir os carros actuais ou a consumir determinados electrodomésticos. É impossível. Por isso, a Toyota e a Honda estão a vender um novo tipo de carros e a apostar em electrodomésticos com sistemas avançados amigos do ambiente e que poupem energia», refere Seiichiro Yonekura. Por outro lado, no campo agrícola, o Japão pretende ser pioneiro, segundo o professor japonês: «A guerra pela água e pela comida pode ser muito séria no futuro, com falta de água em 2020 em países como a China e a Índia. As tecnologias agrícolas serão, então, críticas, e nós acumulámos conhecimento em áreas, como a biotecnologia, a melhoria dos solos, etc. Poderemos ser um fornecedor de soluções e um consultor».

    Também, no campo tecnológico, o país do "walkman" criado pela Sony, das consolas de jogos, do "tamagotchi" para as crianças ou dos robôs mais recentes com vida artificial, pode dar cartas no novo jogo do "consumo digital". «Somos competitivos em todo o tipo de aparelhos digitais que o cidadão vai usar no século XXI - televisão, rádio, telemóveis, relógios, electrodomésticos, etc. - com Internet embutida», explica Yonekura. Os japoneses desenvolveram inclusive todo um novo segmento consumista de "gadgets" digitais para crianças, adolescentes e adultos.
    Também, na cultura e lazer, o Japão tem marcado posição em certos segmentos, como na música, na animação, nos jogos. «Uma das nossas exportações é vista todos os dias de manhã pelas crianças na televisão - a animação». E o design japonês é cada vez mais referenciado: «Ainda recentemente, Takashi Murakani foi convidado para designer-chefe da colecção de malas de Louis Vuitton».

    DADOS ECONÓMICOS DE REFERÊNCIA

    O Japão é actualmente a 2ª maior economia do mundo em PIB, mas em 2050 terá descido para 5ª (depois da China, EUA, Índia, União Europeia)



    Informação sobre o Japão
    The Japan Times - www.japantimes.co.jp
    JETRO-Japan External Trade Organization - www.jetro.go.jp
    Asahi Shimbun - www.asahi.com/english/english.html
    avatar
    Mishima
    Admin

    Mensagens : 573
    Data de inscrição : 02/07/2009
    Localização : Earth

    Re: O FUTURO DO JAPÃO - Mudanças de pele

    Mensagem  Mishima em Dom Ago 02, 2009 9:08 am

    O Japão é muito bom em auto promoção !

    Quero ver como ele vai se tornar um lider na produção de alimentos...Se não produz nem para o proprio consumo.

    Os produtos eletronicos japoneses são bons, porem caros, e outros paises estão correndo atras dos japoneses.

    Na produçao de carros vale o mesmo.


    Com o tempo outros paises farão como os japoneses fizeram no passado, copiam e melhoram.

    Diminuiçao da população e essa aversão que o governo japones tem a imigração. fara o pais despencar, duvido que o pais se segure na quinta posição.

    Esse modelo japones de crescimento esta com os dias contados!
    avatar
    C$S

    Mensagens : 437
    Data de inscrição : 03/07/2009

    Re: O FUTURO DO JAPÃO - Mudanças de pele

    Mensagem  C$S em Dom Ago 02, 2009 11:14 am

    a questao nem é mao de obra , isso o JP consegue ``facil`` , ``barato`` , qdo precisar dela ..

    uma das coisas que acabou com o JP , foi há uns 9 anos atrás , qdo as proprias firmas japa abriram filiais na china , mandando parte do maquinario e talz..coisa do capitalismo ...

    Para cortar custos!
    Porem os chineses copiam tudo, fazem clones e vendem o mesmo produto muito mais barato.
    É muito dificil o Japão concorrer em termos de preços com esse paises, e em tempos de crise preço é fundamental.
    avatar
    NIEROZUMIEN

    Mensagens : 597
    Data de inscrição : 03/07/2009
    Localização : Japão

    Re: O FUTURO DO JAPÃO - Mudanças de pele

    Mensagem  NIEROZUMIEN em Dom Ago 02, 2009 12:27 pm

    O Japão poderá ser, neste século, o líder em soluções para problemas críticos do futuro - na energia, na ecologia, na agricultura - e em sectores de produtos de consumo e em áreas da cultura de massas e do design

    - QUANTO MAIS ALTO, MAIOR O TOMBO!
    EU ACHO QUE O GOVERNO DEVERIA IMPOR (coisa que mais sabem fazer)
    QUE TODOS USASSEM SAPATINHOS VERMELHOS.
    Eles que decidam, ou caem na realidade e assumam de vez que aqui
    não é o país das 'MARAVILHAS", ou
    continuarão derrapando na ladeira abaixo.


    Por isso que eu gosto de 'TEORIAS DA CONSPIRAÇÃO"
    estão mais informados do que esses técnicos da economia.
    A China já comprou Bilhões em Amero e se diz apta à gerenciar
    esse novo território por ser um país milenar.
    O TRATADO DE KYOTO QUE VAI ATÉ 2012 SERVIU APENAS COMO SAPATA P/ O AQUECIMENTO GLOBAL
    COBRAR MAIS IMPOSTOS E NÃO FEZ NADA QUE CONTRIBUÍSSE COM O MEIO AMBIENTE E A CIVILIZAÇÃO MUNDIAL.
    DEMAGOGIA...DOCE ILUSÃO.
    avatar
    Mishima
    Admin

    Mensagens : 573
    Data de inscrição : 02/07/2009
    Localização : Earth

    Re: O FUTURO DO JAPÃO - Mudanças de pele

    Mensagem  Mishima em Dom Ago 02, 2009 2:13 pm

    O JP sempre sempre afirma que tem uma cultura milenar, até ai a China tb eh talves ate mais velha que o Japão e tem tantos outros paises com culturas milenares ou cenetenarios. Pior é que parece que não aprenderam.

    No mundo potencias aparecem e desaparem pq cometeram erros, assim é a vida, não existe potencia eterna.

    Uma coisa é certa, se daqui a 50 anos a população diminuir 50 milhoes de pessoas, ai a que não vai ser potencia mesmo.

    O unico meio de reverter isso é atraves da imigraçao, como a Europa vem fazendo, coisa que dá arrepios nos politicos racistas japoneses. A decadencia é o preço a ser pago!
    avatar
    NIEROZUMIEN

    Mensagens : 597
    Data de inscrição : 03/07/2009
    Localização : Japão

    Re: O FUTURO DO JAPÃO - Mudanças de pele

    Mensagem  NIEROZUMIEN em Dom Ago 02, 2009 2:41 pm

    Mishima escreveu:O JP sempre sempre afirma que tem uma cultura milenar, até ai a China tb eh talves ate mais velha que o Japão e tem tantos outros paises com culturas milenares ou cenetenarios. Pior é que parece que não aprenderam.

    No mundo potencias aparecem e desaparem pq cometeram erros, assim é a vida, não existe potencia eterna.

    Uma coisa é certa, se daqui a 50 anos a população diminuir 50 milhoes de pessoas, ai a que não vai ser potencia mesmo.

    O unico meio de reverter isso é atraves da imigraçao, como a Europa vem fazendo, coisa que dá arrepios nos politicos racistas japoneses. A decadencia é o preço a ser pago!


    Basta ver a geração de hoje p/ saber que vão precisar dos outros países.
    Decadência geral.
    Qdo tinham todo aquele poder precisaram, imagina a partir de agora?
    Eles não conseguem levantar-se e andar com os próprio pés, a ajuda tem que vir de fora.
    Terão que contratar até barriga de aluguel.
    avatar
    Mishima
    Admin

    Mensagens : 573
    Data de inscrição : 02/07/2009
    Localização : Earth

    Re: O FUTURO DO JAPÃO - Mudanças de pele

    Mensagem  Mishima em Dom Ago 02, 2009 3:44 pm

    NIEROZUMIEN escreveu:
    Mishima escreveu:O JP sempre sempre afirma que tem uma cultura milenar, até ai a China tb eh talves ate mais velha que o Japão e tem tantos outros paises com culturas milenares ou cenetenarios. Pior é que parece que não aprenderam.

    No mundo potencias aparecem e desaparem pq cometeram erros, assim é a vida, não existe potencia eterna.

    Uma coisa é certa, se daqui a 50 anos a população diminuir 50 milhoes de pessoas, ai a que não vai ser potencia mesmo.

    O unico meio de reverter isso é atraves da imigraçao, como a Europa vem fazendo, coisa que dá arrepios nos politicos racistas japoneses. A decadencia é o preço a ser pago!


    Basta ver a geração de hoje p/ saber que vão precisar dos outros países.
    Decadência geral.
    Qdo tinham todo aquele poder precisaram, imagina a partir de agora?
    Eles não conseguem levantar-se e andar com os próprio pés, a ajuda tem que vir de fora.
    Terão que contratar até barriga de aluguel.

    Pra vc ver o que o preconceito faz,e como pode atrazar um ramo da ciencia, no caso da medicina, e por consequencia o pais.
    O primeiro transplante de coração feito no Brasil faz mais de 40 anos.
    Em medicina e odonto o Brasil é mais avançado que o Japão, no Japão se vc precisa de um transplante, vc tem 2 opções, ou vc morre ou vc é rico e vai para o USA fazer, pq ha um preconceito gigantesco em relação a transplantes no Japão, para um povo egoista preferem quimar tudo a doar, no Brasil vc pode fazer isso de graça e ainda receber os remedios tb.

    É esse o tipo de povo que diz que vai inovar...? E fazer o pais ir para frente...? Faça-me rir.
    avatar
    C$S

    Mensagens : 437
    Data de inscrição : 03/07/2009

    Re: O FUTURO DO JAPÃO - Mudanças de pele

    Mensagem  C$S em Dom Ago 02, 2009 6:15 pm

    japa já nao é mto chegado a se acasalar e ter filhos por causa do custo das crianças . agora com essas crises daqui pra frente é que vao usar o bilau apenas pra fazer pipi mesmo..

    pensei numa situaçao bizarra agora , utopico , mas engraçado :
    se fossem banidos tv e internet no mundo , no BR o povo sem ter o que fz em casa iria pra rua , pras praças , pros bares, etc..
    e os japas daqui ? pra floresta do suicidio ? huahuahuauha
    avatar
    Mishima
    Admin

    Mensagens : 573
    Data de inscrição : 02/07/2009
    Localização : Earth

    Re: O FUTURO DO JAPÃO - Mudanças de pele

    Mensagem  Mishima em Dom Ago 02, 2009 6:41 pm

    C$S escreveu:japa já nao é mto chegado a se acasalar e ter filhos por causa do custo das crianças . agora com essas crises daqui pra frente é que vao usar o bilau apenas pra fazer pipi mesmo..

    pensei numa situaçao bizarra agora , utopico , mas engraçado :
    se fossem banidos tv e internet no mundo , no BR o povo sem ter o que fz em casa iria pra rua , pras praças , pros bares, etc..
    e os japas daqui ? pra floresta do suicidio ? huahuahuauha

    Se fosse banido essas coisas do Brasil a população dobrava em pouco tempo rssss

    Aqui acho que diminuiria... o povo aqui é estranho.... mais bizarro é prever que o pais seja mais rico e forte com menos 50 milhoes daqui umas decadas... Nunca vi isso...

    Conteúdo patrocinado

    Re: O FUTURO DO JAPÃO - Mudanças de pele

    Mensagem  Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom Abr 22, 2018 8:19 am