Assuntos relacionados do dia a dia da comunidade brasileira no Japão


    O caso Simone de Fátima Nakamura

    Compartilhe
    avatar
    Mishima
    Admin

    Mensagens : 573
    Data de inscrição : 02/07/2009
    Localização : Earth

    O caso Simone de Fátima Nakamura

    Mensagem  Mishima em Qua Jul 15, 2009 3:15 pm

    Os torcedores japoneses poderão vestir a camisa da Seleção Brasileira na final da Copa do Mundo, mas a discriminação contra os estrangeiros não será erradicada facilmente no Japão.

    No mesmo dia do jogo Brasil x Inglaterra, uma brasileira foi ao banco Hokureko, na cidade de Akasofu, com uma sacola cheia de moedas de 500 ienes.

    Simone de Fátima Repullo Morente Nakamura queria trocar as moedas por notas de maior valor. Mas, ao invés de ser atendida, ela acabou sendo presa.

    O caixa do banco simplesmente achou que ela tinha roubado o dinheiro de uma máquina de venda de bebidas.

    "Só porque eu pareço estrangeira"

    "Foi revoltante," afirmou Fátima, que vive no Japão há 13 anos.

    "Eu sei que eles só me trataram dessa forma porque eu pareço estrangeira", disse ela.


    A polícia japonesa nega qualquer possibilidade de racismo na denúncia do caixa do banco ou na decisão de enviar nada menos do que quatro carros com policiais para detê-la.


    Mais de 250 mil brasileiros vivem no Japão
    Mas Fátima não acredita neles e fez uma denúncia contra a polícia a uma organização de defesa dos direitos humanos.

    Cerca de 250 mil brasileiros vivem no Japão - a terceira maior colônia estrangeira no país.

    Um grande número de dekasseguis - brasileiros descendentes de japoneses - se mudou para o Japão desde 1990, quando o país mudou suas leis de imigração e passou a receber imigrantes.

    Muitos deles foram vítimas de racismo.

    Um relatório da ONU sobre discriminação no Japão descreve casos de donos de lojas que colocam avisos em suas vitrines avisando que brasileiros não podem entrar.

    A jornalista Ana Bortz, por exemplo, está processando uma joalheria de Hamamatsu porque um dos funcionários a colocou para fora da loja depois de descobrir que ela era brasileira.

    Quando quis saber porque estava sendo colocada para fora, o funcionário lhe mostrou um comunicado da polícia pedindo que os lojistas agissem para combater os assaltos.

    Para ele, isso significava expulsar os estrangeiros da loja.


    A jornalista brasileira Ana Bortz
    Ana Bortz acredita que esse tipo de incidente acontece porque não existem iniciativas do governo e nem leis que coíbam a discriminação.

    "Eu gostaria de acreditar que a minha ação poderá ajudar a mudar alguma coisa", disse ela.

    "Mas os japoneses não gostam de discutir o racismo. É um tabu. Especialmente em relação aos coreanos," afirma ela.

    Cerca de 700 mil coreanos vivem no Japão e costumam sofrer com a discriminação.

    Copa do Mundo

    Mas Ana Bortz acha que a Copa do Mundo pode ajudar um pouco as atitudes dos japoneses.

    Na quarta-feira, logo depois da vitória do Brasil contra a Turquia, japoneses e brasileiros se reuniram num bar no centro de Tóquio para comemorar.

    As pessoas fizeram um trenzinho no meio do salão, liderados por uma brasileira com uma grande bandeira nas mãos.

    Vários japoneses a seguiram, vestidos com a camisa amarela da Seleção.

    "É muito bonito ver os japoneses vestindo a camisa brasileira, beijando os outros e tentando aprender algumas palavras em português", diz Ana Bortz.

    Ela acha que a Copa do Mundo colocou os dois grupos do mesmo lado pela primeira vez.

    Algumas amizades estariam sendo formadas por conta da Copa, já que as duas comunidades - normalmente segregadas - estariam se encontrando no fim dos jogos, bebendo juntas e falando sobre futebol depois dos jogos.

    "É uma coisa bonita de se ver", diz Ana Bortz.

    "Temos que agradecer a Deus pela Copa do Mundo."


    BBC
    http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2002/020629_japaoam.shtml
    avatar
    C$S

    Mensagens : 437
    Data de inscrição : 03/07/2009

    Re: O caso Simone de Fátima Nakamura

    Mensagem  C$S em Qui Jul 16, 2009 3:17 pm

    huauhauha q fd .. vou contar uma coisa q aconteceu comigo:

    sabado , dpois do almoço , lá pelas 13:00 hrs .. eu , no estacionamento do predio , limpando meu carro.
    estou dentro do carro , percebo q chega uma pessoa , qdo olhei eram 2 policiais.
    policial : konnichiwa ... eu: hã ? konnichiwa..
    policial: o q vc está fazendo ?
    eu: fazendo nada oras , pq ?
    poli: o q está mexendo dentro do carro ?
    eu: estou limpando MEU carro ..
    poli: carteira de motorista por favor
    eu: carteira de motorista pq ? nao estou dirigindo.. (obvio , já irritado )
    poli: ah desculpa, é só pra confirmar nome e endereço
    eu: ah ta .. toma o gaijin torouku entao
    poli: ah, vc mora nesse endereço..
    eu: mochiron !! ore no apato , ore no kuruma , ore no chuushajou..
    poli: poderia mostrar o documento do carro ?
    com uma cara pouco feliz , mostrei o documento.
    poli: ahh , tem shaken né..
    eu: mochiron !! pq ?
    o policial nem respondeu isso. e o mais foda é a vizinhança inteira olhando de longe o causo uhauhauha
    poli: vc poderia mostrar agora a carteira de motorista ?
    já fiquei puto da vida , peguei a carteira de motorista e falei que vou mostrar , mas antes disse estou na minha casa , no meu estacionamento , no meu carro , estou de yasumi hj , estou apenas limpando o carro pq nao sou porco e eles tavam fazendo sabetsu comigo só pq eu era estrangeiro..
    o fdp nem respondeu , pegou a carteira , olhou e devolveu.. só falou : hai , ki o tsukete... e foi embora.. fd

    pegando as coisas que os conhecidos contam que os policiais fazem por aqui , aqui em gunma a policia nao é nem um pouco educada com estrangeiros..

    dpois conto outras coisas bizarras q aconteceram comigo e a policia daqui hehe
    avatar
    Mishima
    Admin

    Mensagens : 573
    Data de inscrição : 02/07/2009
    Localização : Earth

    Re: O caso Simone de Fátima Nakamura

    Mensagem  Mishima em Qui Jul 16, 2009 7:32 pm

    Eta... cada uma ... pedir o gaikokujin tokoru sho eles podem, agora pedir documento e carteira de motorista com o carro parado no estacionamento hummmm pq carteira de motorista com o carro parado ... ? se tivesse um queixa de roubo referente a esse carro vá lá .... estranho estranho
    Mas tem que falar que vc esta sendo discriminado pq é estrangeiro e que não esta gostando disso, se fosse comigo como sempre anco com um camera eu dava um jeito de filmar, gravar, tirar fotos... pra constranger mesmo, não é contra a lei ....
    avatar
    Neozen

    Mensagens : 65
    Data de inscrição : 05/07/2009
    Idade : 32
    Localização : São Paulo

    Re: O caso Simone de Fátima Nakamura

    Mensagem  Neozen em Dom Jul 19, 2009 6:46 am

    E os brasileiros são santinhos?

    avatar
    dekassegui

    Mensagens : 37
    Data de inscrição : 01/09/2009

    Re: O caso Simone de Fátima Nakamura

    Mensagem  dekassegui em Ter Set 01, 2009 11:44 am

    Neozen escreveu:E os brasileiros são santinhos?

    desculpe,mas e muita ingenuidade ou ate mesmo ignorancia comparar chacotas e piadas,mesmo que de mau gosto,feitas em dia de jogo em um estadio,com o caso das moedas envolvendo policiais dentro de um banco.vc deve estar de brincadeira!

    Conteúdo patrocinado

    Re: O caso Simone de Fátima Nakamura

    Mensagem  Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg Maio 21, 2018 10:56 am