Assuntos relacionados do dia a dia da comunidade brasileira no Japão


    Cai o mito da qualidade japonesa!

    Compartilhe
    avatar
    Mishima
    Admin

    Mensagens : 573
    Data de inscrição : 02/07/2009
    Localização : Earth

    Cai o mito da qualidade japonesa!

    Mensagem  Mishima em Ter Mar 09, 2010 8:16 am

    A Toyota dos games


    Falha no videogame PlayStation 3, da Sony, impede usuários de jogarem por mais de 24 horas e dá mais um golpe no mito de qualidade da indústria japonesa

    As empresas japonesas são reconhecidas pelo seu padrão de qualidade que é copiado mundialmente. Nos últimos meses, essa imagem está seriamente ameaçada. A indústria automobilística tem anunciado sucessivos recalls. Toyota, Honda e, mais recentemente, Nissan tiveram que chamar seus consumidores de volta às oficinas para resolver problemas em seus carros. Agora, outro símbolo da inovação nipônica, referência no setor de tecnologia, deu mais um golpe no mito de qualidade do país. No evento que ficou conhecido como ApocaliPS3 (trocadilho com a palavra apocalipse e PS3, sigla que identifica o PlayStation 3), usuários do aparelho da Sony ficaram mais de 24 horas sem poder jogar. A própria empresa divulgou comunicado em seu blog recomendando aos consumidores não ligarem o PS3.

    Nos fóruns de tecnologia, jogadores irados reclamavam da Sony e especulavam sobre a causa da falha. Mais tarde, descobriu-se que um erro de atualização da data dos consoles, que considerou 2010 como um ano bissexto, foi responsável pelo problema que afetou mais de 24 milhões de pessoas, segundo estimativas. “Foi uma falha e nada mais”, amenizou Michael Pachter, analista do banco de investimento Webbush Morgan e um dos maiores especialistas da indústria de games. Ainda assim, ela não poderia ter acontecido em pior hora para a Sony, que ensaiava uma recuperação no mercado de games.

    Nos últimos três meses de 2009, as vendas do PS3 foram as que mais cresceram entre os videogames de última geração em todo o mundo. Pela primeira vez desde 2006, o console da Sony desbancou, em alguns poucos meses, as vendas totais do até então imbatível Wii nos EUA, no Japão e na Europa. O crescimento é conseqüência direta de uma redução no preço do aparelho. Quando foi lançado, custava US$ 600. Hoje, seu preço caiu pela metade. Mesmo assim, segue mais caro que seus concorrentes, o Wii, da Nintendo, e o Xbox 360, da Microsoft.
    O PlayStation 3 é considerado tecnicamente melhor que seus adversários. Tem um processador mais potente, conexão sem fio com a internet e permite reproduzir vídeos em Blu-ray, padrão de alta definição. Tudo isso, no entanto, não bastou para encantar os consumidores. O Wii, muito mais simples, apostou em um controle que reconhece os gestos dos jogadores e por sua forma lúdica ganhou a preferência das crianças e dos adultos.


    É cedo ainda para avaliar os efeitos do ApocaliPS3 nas vendas do console. O perigo está na reincidência. “Uma repetição do problema ou mesmo uma nova falha envolvendo o console serão extremamente negativos para a imagem do produto e da própria Sony”, afirma Marcelo Boschi, professor da ESPM-RJ e especialista em gestão de marcas. A falha do PlayStation 3 acontece em um momento decisivo para a empresa no Brasil. Os seus principais concorrentes já comercializam seus produtos no País. E a Sony prepara-se para iniciar as vendas de seu console ainda neste semestre, apurou DINHEIRO.
    O que ainda chamou atenção no episódio foi o fato de nenhum porta-voz da empresa ter vindo a público assumir os erros e se desculpar, algo que faz parte da cultura empresarial oriental. Reflexo talvez da mudança de controle na companhia, que, desde 2005, tem um “gaijin” (estrangeiro, em japonês) no seu comando, o galês Howard Stringer. Sinal dos novos tempos – nada fáceis – da indústria nipônica.

    fonte
    http://www.terra.com.br/istoedinheiro/edicoes/648/artigo163528-1.htm


    _________________
    Você pode fazer muito mal a si mesmo sendo ignorante.

      Data/hora atual: Seg Out 23, 2017 2:36 am